Portuguese English

Vikelas, Demetrius

Demetrios Vikelas (1835-1908)

Primeiro Presidente do COI

Pela leitura das “Mémoires Oympiques” de Coubertin, ficamos a saber que os Jogos da 1ª Olimpíada só aconteceram em Atenas em 1896 porque Coubertin, durante o Congresso de 1894 que decorreu em Paris, foi convencido por Demetrius Vikelas (1835-1908) um assumido nacionalista grego representante do Pan-Hellenic Gymnastic Club, que seria de toda a conveniência que a primeira edição moderna dos JO se realizasse no local aonde eles tinham nascido, quer dizer, na Grécia. A ideia inicial de Coubertin, conforme expôs à “Revue de Paris” de 15 de Junho de 1894, era organizá-los em Paris durante a feira universal que lá ia decorrer no ano de 1900.

Segundo o mais recente trabalho de David C. Young (1987) Bikelas ao contrário daquilo que se tem dito, caiu na reunião do 1894 de “paraquedas”. Não sabia do que se tratava e só lá foi a pedido de uns amigos da Sociedade Pan-helénica de Ginástica que, para ele, era absolutamente desconhecida.

Vikelas, acabou por ser eleito o primeiro presidente do COI, na medida em que Coubertin necessitava de alguém influente e empenhado na Grécia a fim de, no seu próprio país, desenvolver todos os esforços necessários à consumação do projecto. Assim, Vikelas exerceu a presidência do COI de 1894 a 1896. Ocupou a presidência durante pouco mais de um ano. Aparentemente não deixou qualquer nota de relevo. No entanto, para Vikelas a questão Olímpica e o seu envolvimento com Coubertin e o Movimento Olímpico foram simples meios para promover o helenismo que era realmente o grande objectivo da sua vida. A bem ver, Vikelas foi dos primeiros a utilizar o desporto para além dos fins do próprio desporto. No seu permanente conflito ideológico com os turcos, o Olimpismo e o COI não passaram de instrumentos da sua luta. Uma vez terminados os Jogos de Atenas Vikelas foi substituído na presidência do COI por Coubertin. Coubertin fizera aprovar uma norma que obrigava que o presidente do COI fosse da nacionalidade do país onde se realizariam os próximos JO. Ora, em 1900 era sabido que os JO se realizariam em Paris pelo que o presidente deveria ser um francês. Todavia, a regra institucionalizada deixou de ter qualquer efeito depois do afastamento de Vikelas na medida em que, uma vez eleito, Coubertin manteve-se no lugar até 1925.

Pires, Gustavo & Costa, Alcides Vieira (2012)

 

Bibliografia:

Coubertin, Pierre de (1996). Mémoires Olympiques. Paris:Editions Revue (EPS).

David C. Young (1987). The Origins of the Modern Olympics: a New Version. In: The International Journal of the History of Sport, 4:3, 271-300.

Menu principal

Biografias | by Dr. Radut